Campanha de valorização à leitura transforma personalidades em personagens de clássicos da literatura


 O Sindicato Nacional dos Editores de Livros-SNEL realiza uma campanha para valorizar o papel transformador da leitura, convidando toda a sociedade a compartilhar sua paixão pelos livros.   Lançada na Bienal Internacional do Livro Rio a Leia.Seja. se prepara ganhar o país no Dia Nacional do Livro, comemorado em 29 de outubro, numa divulgação conjunta em espaços públicos, bibliotecas, lojas e redes sociais, com apoio das livrarias, editoras, distribuidoras e entidades do livro. A Associação Nacional de Livrarias-ANL apoia essa Campanha.

A ação começa nas livrarias, neste final de semana, por ocasião do Dia Nacional do Livro (29 de outubro), mas seguirá pelos próximos meses, com ativações temáticas em datas específicas.  A ANL receberá 200 jogos de cartazes e 50 mil marcadores de página que ficarão à disposição das livrarias interessadas.


















Saiba como fazer parte essa Campanha. Ligue para a ANL 11 3337 5419.

Para conhecer toda a campanha e conhecer todo o material gráfico: www.anl.org.br

Leia.Seja  =  Facebook (www.facebook.com/leiaseja) e no Instagram (@leiaseja).





Sobre a Campanha

Bernardinho, Washington Olivetto, Baby do Brasil, Bela Gil, Cauã Reymond e Pedro Bial estrelam
peças que circularão pelo país em comemoração ao Dia Nacional do Livro

Criada pela WMcCann, a campanha é protagonizaAo longo de todo o mês, o público será estimulado a postar nas redes sociais qual o personagem literário mais marcante de suas vidas, a exemplo de diversos autores, editores, jornalistas nacionais e internacionais que deram seus depoimentos para os perfis da Leia.Seja. no Facebook (www.facebook.com/leiaseja) e no Instagram (@leiaseja).da por um time de personalidades do esporte, das artes cênicas, da música e da comunicação, convidadas a incorporar personagens icônicos da literatura brasileira e mundial. O técnico de vôlei Bernardinho se vestiu de Capitão Rodrigo, de "O tempo e o vento", de Érico Veríssimo; o publicitário Washington Olivetto e a cantora Baby do Brasil fizeram Visconde de Sabugosa e Emília, de "Reinações de Narizinho", de Monteiro Lobato; a apresentadora Bela Gil virou a Capitu de "Dom Casmurro", de Machado de Assis; o ator Cauã Reymond se fantasiou do protagonista de "Dom Quixote", de Miguel de Cervantes; e o jornalista Pedro Bial aparece como o detetive de "As aventuras de Sherlock Holmes", de Arthur Conan Doyle.

O conceito da ação, desenvolvido pela agência WMcCann, parte da ideia de que, quando lemos, nos tornamos parte da história – ler estimula a imaginação, a criatividade e a inspiração; faz rir e chorar, refletir e viajar. Nas peças, as personalidades dão vida aos personagens, lendo trechos dos títulos escolhidos. Assim que fecham os livros, voltam a ser eles mesmos, com o semblante transformado pelo prazer e a reflexão que uma boa leitura oferece.

O grupo foi fotografado e filmado por Miro, um dos mais consagrados fotógrafos brasileiros, em cenários que remetem às obras. As imagens publicitárias serão utilizadas em anúncios impressos, mídia digital e urbana.

 “O Brasil precisa com urgência de uma revolução de cidadania e ética, e acreditamos que a leitura tem um papel fundamental a desempenhar nessas áreas. A campanha ‘LEIA.SEJA.’ quer mostrar exemplos de pessoas reconhecidas pelo público em geral, que tiveram suas trajetórias marcadas pelos livros de diferentes maneiras”, afirma Marcos da Veiga Pereira, presidente do SNEL. “Nosso desejo é que essa ação reverbere pelos meses seguintes, estimulando o hábito da leitura ao redor do país e propondo uma conscientização sobre o seu valor”, completa.

Pereira comemora os passos da ação até o momento. “Começamos a campanha Leia.Seja. com o pé direito na Bienal do Livro do Rio de Janeiro, com excelente repercussão e envolvimento do púbico.  Nessa primeira fase da campanha, conseguimos alcançar mais de 1,1 milhão pessoas nas redes sociais. A partir de outubro, peças começarão a ser veiculadas e estarão decorando as livrarias de várias partes do Brasil, e contamos com o engajamento de todos nas celebrações do Dia Nacional do Livro”, diz.

“Leia.Seja.” nas redes sociais

Em pouco mais de um mês de presença nas redes sociais, a Leia.Seja alcançou uma média de mais de 37 mil pessoas por dia no Facebook e, no Instagram, a hashtag #leiaseja foi registrada em mais de 1.400 publicações públicas.

Com mais de 13 mil curtidas, a fanpage da campanha no Facebook reúne depoimentos de personalidades e leitores sobre obras que os inspiram, além de charadas, dicas e curiosidades sobre o universo literário

Click nos PDFs abaixo e conheça toda a Campanha:

Apresentação - Leia Seja

Kit Midia + PDV - Leia Seja

Kit Internet e Redes Socias - Leia Seja