Diversidade de temas e encontros marcam Flipoços 2017












Escritores nacionais e internacionais estarão em Poços de Caldas - MG, durante entre os dias 29 de abril e 7 de maio de 2017, no Complexo Cultural da Urca com a expectativa de receber cerca de  50 mil pessoas durante os nove dias do Encontro.

A 12ª edição do Festival Literário de Poços de Caldas (Flipoços), que conta com o Apoio Institucional da Associação Nacional de Livrarias (ANL), anuncia a programação e diferentes atrações confirmadas para 2017, com novidades e convidados internacionais.
Entre os homenageados deste ano estão Milton Hatoum, como o patrono, Murilo Carvalho, como escritor sulfuroso, Moçambique, como o país e Amazonas como o estado. Os moçambicanos Ungulani Ba Ka Khosa e Paulina Chiziane também serão homenageados.










Campanha doe um livro — Os ingressos para participação das palestras master no Flipoços são trocados por 1 livro de literatura em bom estado. Cada livro vale 1 ingresso. Essas obras serão encaminhadas para entidades educacionais e assistenciais de Poços de Caldas e região. A programação do Flipoços 2017 pode ser conferida no site do festival e também pelas redes sociais na página Feira do Livro/Flipoços.

Com o tema “Minha vida é um Romance – Policial, Suspense, Drama ou Aventura: Qual é o seu?”, o encontro abre o calendário anual de festivais do gênero no país e trará para Poços de Caldas, autores nacionais e internacionais. “Estamos inovando neste ano, trazendo escritores de outros países e apostando na diversidade de temas, que já é uma característica nossa, sem deixar de valorizar os autores nacionais e também locais. Serão nove dias com uma programação bastante intensa e que vai contemplar todos os gostos e idades”, destacou Gisele Ferreira, diretora da GSC Eventos Especiais, empresa que criou e organiza o Flipoços.

Além disso, a organização prepara uma festa de abertura “Flipoços, Levedo & Letras” com show para convidados e autores que já estiverem na cidade, logo após a solenidade de abertura, dia 29 de abril, na área externa das árvores.

São esperadas mais de 50 mil pessoas ao longo dos nove dias de evento, que poderão aproveitar, além dos já consagrados encontros com os autores, outras atrações do Festival como o Espaço Sesc Flipocinhos (que mais uma vez montará um espaço super decorado e com muitas atividades culturais e literárias para as crianças pequenas), Encontro de Educação (já em sua 7ª. edição voltado para profissionais da área),  Encontro do Hip Hop e Arte da Periferia (em sua 6ª. edição e com grandes nomes), Mostra de Cinema Flipoços, Ciclo Literatura e Espiritualidade,  Encontro com Escritores de Língua Lusófona, Ciclo de Literatura Letras e Sabores, Exposição de Artes, dentre outros.

Autores moçambicanos desembarcam no Flipoços — Uma das novidades do encontro é a vinda de uma comitiva de autores moçambicanos para o festival, em um feito inédito na história dos festivais literários no Brasil. Estão confirmadas as presenças de Paulina Chiziane, Ungulani Ba Ka Khosa, Mbate Pedro, Rui Laranjeiras, Lucilio Manjate, Dany Wambire e Sangare Okapi.

Além disso, com o Circuito Pegada Literária, o Flipoços pretende realizar atividades com vários autores em espaços fora do ambiente da Feira, como o Museu Histórico e Geográfico, o Presídio de Poços de Caldas, bibliotecas, cafés, restaurantes, cabine literária, Instituto Moreira Salles, Centro Cultural Afro-Brasileiro Chico-Rei e ainda levar atrações e escritores para a zona rural do município, promovendo a literatura a diferentes espaços, fazendo com que toda a população seja inserida no clima do festival.

Está previsto também o lançamento do livro “Poços é uma festa – O olhar contemporâneo sobre a história literária da cidade”, uma antologia com textos inéditos de vários autores que estiveram no festival na 10ª. edição em 2015. A antologia é uma homenagem à Poços de Caldas, considerada uma das cidades mais literárias do Brasil.

A música também tem lugar garantido no encontro, com o lançamento do livro Cold Hot, de Sergio Poroger, bem como com o show de Delau, no encerramento do encontro de Arte da Periferia e ainda o show com a Cia. Estadual do Jazz, marcando o lançamento oficial do evento Poços é Jazz, que ocorre nos dias 1 e 2 de julho.

O evento contará também com lançamentos nacionais dos autores africanos, o novo livro de Thalita Rebouças, dentre outros. Entre as palestras master do evento podem ser destacadas as presenças de Clóvis de Barros, que vai falar sobre o livro “Felicidade ou Morte”, do príncipe D. Bertrand de Orleans e Bragança, a de Flávio Prado, falando sobre o livro “O juramento”, que mistura futebol e ficção, a do jornalista Luis Nassif, que lança o livro biográfico sobre o embaixador Walter Moreira Salles e a do procurador da República, Deltan Dallagnol, que lança o livro “A luta contra a corrupção – A Lava Jato e o futuro de um país marcado pela impunidade”, sobre os bastidores da operação lava jato. É o primeiro festival literário que o procurador do ministério público participa e lança nacionalmente seu primeiro livro aqui. Para encerrar o ciclo de palestras master, Miriam Leitão e os filhos Vladimir Netto e Matheus Leitão falam sobre “Lutas na ditadura e os desafios da democracia”.

O Flipoços 2017 e a 12ª Feira Nacional do Livro de Poços de Caldas contam com o patrocínio do Grupo DME, Prefeitura Municipal, Mineração Curimbaba, CBA Votorantim, Supervale e EPTV Sul de Minas. Parceria Cultural Sesc. Apoio IMS, Leiturinha, Câmara Brasileira do Livro, Câmara Mineira do Livro, Embaixada de Moçambique no Brasil, Camões Instituto de Línguas e Cooperação, CPCLP - Comissão para a Promoção de Conteúdo em Língua Portuguesa, Instituto Pró-Livro, ACIA Poços, Senac, Poços Convention, ANL – Associação Nacional das Livrarias, Secretarias de Estado da Cultura, Turismo, Relações Internacionais e Educação.

Realização GSC Eventos Especiais. Informações pelo (35) 3697 1551
A programação completa pode ser conferida no site www.flipocos.com
e na revista digital no link https://issuu.com/gsceventos/docs/jornal_2017